Selo Pequeno Principe

41. 3014-3009

#
#

Descubra quais são os exames essenciais para o pré-natal

13 abril 2021

Os exames essenciais para o pré-natal garantem maior segurança e saúde durante a gestação

 

O pré-natal é direito de toda gestante, assegurado em lei e realizado pelo SUS. O acompanhamento também pode ser feito via clínicas particulares, caso o casal assim deseje. 

Além de prevenir e detectar possíveis doenças que ocorram durante os meses de gestação, o pré-natal também é responsável por esclarecer diversas dúvidas que os futuros pais terão. Como parte imprescindível desta rotina, estão os exames. 

Todos os exames solicitados pelo médico possuem um objetivo específico que pode ser esclarecido durante a consulta. É importante que a mãe se sinta segura e entenda a relevância de cada passo. 

 

Conheça os exames essenciais para o pré-natal

 

Hemograma completo: Pode ser solicitado ao longo de toda a gestação e avalia os níveis de ferro, alterações de leucócitos e plaquetas. 

Tipagem sanguínea: É importante para investigar a eritroblastose fetal. Um problema que acomete mães que tem fator Rh positivo e estão gestando bebês de fator Rh negativo. Essas mães precisam tomar injeção de imunoglobulina durante o terceiro trimestre e dentro das primeiras 72h após o parto.

Sorologia para HIV: O exame deverá ser feito durante os três trimestres da gravidez para garantir que a mãe não se infectou neste período. 

Glicemia: Exame que utiliza a ingestão de glicemia em jejum para detectar o aparecimento de diabetes gestacional, feito durante o primeiro trimestre. 

Urina: Deverá ser repetido durante a gestação e procura detectar indícios de infecção. 

Fezes: Possui o objetivo de identificar parasitoses.

Reação para toxoplasmose e rubéola: Investiga a infecção ou presença de imunidade à toxoplasmose e rubéola. Os exames deverão ser repetidos nos três trimestres. 

Marcadores bioquímicos maternos de primeiro trimestre: Em associação com a idade materna e os dados obtidos do ultrassom morfológico, estima-se a probabilidade de o bebê possuir algumas anomalias genéticas. 

Papanicolau: Exame utilizado para rastrear a presença de câncer de colo de útero. 

Ultrassonografia transvaginal e morfológica: Estes dois exames possuem o objetivo de calcular o tempo de gravidez, a quantidade de bebês, se estão dentro do útero e qual a probabilidade de possuir alguma anomalia. 

Hepatite B e C e citomegalovírus: Avalia a existência das infecções causadas por estes vírus. A gestante deverá repetir o exame a cada trimestre. 

Exame de bactéria estreptococo B: Detecta a presença dessa bactéria na região anal e vaginal, uma vez que pode ser transmitida para o bebê no momento do parto.

Ecocardiograma fetal: Utilizado para diagnosticar problemas cardiológicos congênitos, o exame avalia a funcionalidade, desenvolvimento e anatomia do coração do bebê. 

 

Como você pode perceber, a realização de todos estes exames tornam o período da gestação mais seguro e tranquilo para a saúde da mãe e bebê. Esclareça todas as dúvidas com seu obstetra, mantenha os exames sempre atualizados e não falte às consultas. Esses passos são extremamente importantes para que ambos (mamãe e bebê) cheguem bem ao momento do parto.

Receba nosso newsletter

Cryogene® - Criogenia Biológica Ltda.

Rua Olavo Bilac, 524 - Batel - Curitiba - PR - CEP 80440-040

Fone: (41) 3014-3009

Entre em contato

Fone: (41) 3014-3009 | cryogene@cryogene.com.br

Facebook Explay Web Agency