Selo Pequeno Principe

41. 3014-3009

#
#

Como as células-tronco se relacionam com a medicina regenerativa?

01 setembro 2020

Para entender o papel das células-tronco na medicina regenerativa, primeiro precisamos explicar o que são estas células. 

Já faz tempo que ouvimos falar em centenas de tratamentos revolucionários que estudam as células-tronco como principal agente de mudança, e isto inclui a medicina regenerativa. Mas por que utilizá-las ao invés de todas as outras possibilidades que a ciência oferece? 

 

A explicação definitiva sobre células-tronco

O grande diferencial nas células-tronco está na sua capacidade em se tornar qualquer tipo de tecido do corpo humano. Não é a toa que também são conhecidas como célula mãe. Segundo pesquisas, elas têm potencial para regenerar até mesmo órgãos, proporcionando a recuperação dos mesmos. Porém, poucas pessoas sabem que não existe apenas uma variedade desta célula em nossos corpos, elas possuem diferentes classificações e tipos. 

 

Quais são as classificações das células-tronco?

Provavelmente você já deve ter ouvido falar das células-tronco retiradas da medula óssea. Estas são chamadas Multipotentes ou Pluripotentes e também são encontradas no tecido adiposo, na polpa dentária e no cordão umbilical dos bebês. 

As Oligopotentes são encontradas em partes do corpo como fígado e trato intestinal. Já as Totipotentes são aquelas presentes nas primeiras fases da gestação do embrião e se transformam em todos os 216 tipos de tecidos diferentes encontrados no corpo humano. Temos também as Onipotentes que compõem apenas um tipo de tecido, conhecidas como células progenitoras. E por último temos também as Unipotentes que compõem apenas um tipo de tecido, conhecidas como células progenitoras. . 

 

E quais são os tipos?

As células são subdivididas em seis tipos diferentes que você poderá conhecer agora. 

 

CTN – Célula-tronco Neural 

CTG – Célula-tronco Germinativa 

CTPI – Células-tronco Pluripotentes Induzidas ou Células Reprogramadas

CTM – Célula-tronco Mesenquimal

CTH – Célula-tronco Hematopoiética 

CTE – Célula-tronco Embrionária 

 

Devido a dificuldades de cultivos e possibilidade de surgimento de tumores, além da barreira ética, a maioria destas células não pode ser utilizada para desenvolvimento de pesquisas que levariam ao tratamento de diversas doenças. Porém as Células-tronco Hematopoiéticas e as Células-tronco Mesenquimais não enfrentam os riscos citados acima e podem ser facilmente cultivadas a partir de amostras, por isso são as mais utilizadas em terapias celulares. 

 

Por que colher células-tronco de cordão umbilical?

A explicação é muito mais simples do que você pode imaginar. A quantidade e a qualidade das células-tronco encontrada no corpo humano tende a diminuir conforme crescemos e envelhecemos. Pela lógica, colher este material (células-tronco) do sangue umbilical logo após o nascimento como a Cryogene faz é a maneira mais eficiente e segura de armazenar as células para futuros tratamentos de saúde. 

 

Células-tronco e a medicina regenerativa

Devido a sua alta capacidade de regeneração, estas células são amplamente estudadas para utilização em terapias de implante celular, para que um organismo debilitado tenha a oportunidade de se regenerar em perfeita saúde. Desta forma, a chamada medicina regenerativa está se mostrando cada vez mais promissora e pode se tornar uma das maiores conquistas da humanidade.

Receba nosso newsletter

Cryogene® - Criogenia Biológica Ltda.

Rua Olavo Bilac, 524 - Batel - Curitiba - PR - CEP 80440-040

Fone: (41) 3014-3009

Entre em contato

Fone: (41) 3014-3009 | cryogene@cryogene.com.br

Facebook Explay Web Agency