Selo Pequeno Principe

41. 3014-3009

#
#

7 dúvidas das futuras mamães quando o assunto é coleta de células-tronco

27 junho 2017

A coleta de células-tronco do cordão umbilical é um procedimento totalmente seguro e indolor, tanto para as mães quanto para os bebês.

coleta de células-tronco

coleta de células-tronco

A coleta de células-tronco  é uma segurança extra para o bebê. O sangue é coletado diretamente do cordão umbilical e da placenta logo após o nascimento. Após a análise e processamento, ele é armazenado em tanques de nitrogênio líquido.

Dessa forma, garante-se a viabilidade das células, oferecendo uma possibilidade de tratamento para determinados problemas de saúde futuros.

Mas é normal que as futuras mamães fiquem com dúvidas nesta hora. Por isso listamos as 7 principais dúvidas aqui:

Em quais tipos de parto pode ser feita a coleta de células-tronco?

A coleta pode ser feita tanto em partos normais quanto em cesarianas.

Pode ser feita em prematuros?

Sim, a coleta pode ser realizada em prematuros, a partir da 32ª semana de gestação.

Como é feita a coleta do sangue do cordão umbilical?

Logo após o nascimento, o sangue do cordão clampeado e da placenta é colocado em uma bolsa especial. A bolsa com o sangue segue para o laboratório, onde será processado e congelado.

A coleta é segura?

Sim, totalmente segura, já que é feita após a completa separação do bebê e do cordão umbilical. Desta forma, o rico material que seria descartado é aproveitado.

A coleta é indolor?

Sim, totalmente indolor para a mãe e o bebê.

Outros membros da família podem utilizar as células-tronco do bebê? 

No Brasil, a legislação sanitária permite que os laboratórios privados de coleta e armazenamento de sangue de cordão umbilical, armazenem este sangue para uso autólogo, ou seja, para uso da própria criança. Porém já existiram situações no Brasil na qual familiares da criança necessitaram de transplante e o sangue coletado era compatível. Nestas situações foi permitida a utilização.

Qual a importância dessas células-tronco?

O cordão umbilical é rico em células-tronco adultas na fase mais primitiva, com grande potencial de formação de outros tipos celulares.

As células-tronco extraídas do sangue do cordão umbilical são chamadas de hematopoiéticas, e já são usadas há mais de 20 anos no tratamento de leucemias, anemias e imunodeficiências. E existem ensaios para o tratamento de lesões na medula espinhal, paralisia cerebral, doença vascular periférica e perda de audição.

 

E aí, futuras mamães e papais, se interessaram em coletar as células-tronco de seu bebê? Entre em contato com a Cryogene aqui e agende uma consulta!

Receba nosso newsletter

Cryogene® - Criogenia Biológica Ltda.

Rua Olavo Bilac, 524 - Batel - Curitiba - PR - CEP 80440-040

Fone: (41) 3014-3009

Entre em contato

Fone: (41) 3014-3009 | cryogene@cryogene.com.br

Facebook Explay Web Agency